TAG #4

5ycjlh

Foi-me enviada esta Tag por Lucy Sophie Rose e antes demais um grande obrigada, pois acho que estes desafios podem dar um pouco de humanidade ao blog, e porque adoro ser lembrada.

Regras:

  • Escrever onze factos sobre nós;
  • Responder às perguntas que nos foram indicadas;
  • Indicar onze a vinte blogues com menos de duzentos seguidores;
  • Fazer onze perguntas a quem indicámos a TAG;
  • Mostrar o selo Liebster Awards;
  • Colocar o link de quem nos nomeou.

Onze Factos Sobre Mim:

1. Sou uma introvertida, que adora estar sozinha de vez em quando, após muito tempo com pessoas
2. Gosto de fitness, faço exercício quase todos os dias – cardio e força – tento comer saudável ou relativamente.
3. Filha única, não tenho irmãos ou irmãs
4. Não planeio voltar à Universidade, a não ser para seguir Psicologia, um dia
5. Não tenho muitas fotografias minhas
6. Oiço música no meu leitor de música até adormecer, ou seja, durmo com ele debaixo da almofada por vezes
7. Faço mindfulness quando posso
8. Adoro mandalas!
9. Tenho um monte de materiais de arts and crafts no meu quarto, que não uso
10. Sou fanática por maquilhagem e beleza
11. Dizem que sou parecida à Lana Del Rey, ou pelo menos os olhos *risos*

As perguntas que foram feitas, são:

1.Como surgiu a ideia para o nome do teu blog?

Bem, eu gosto das origens, por isso se um livro, revista, diário etc é feito de letras e frases, porque não escolher algo universal à escrita? E porque soou bem.

2. Se pudesses criar uma amizade com uma personalidade (ou pessoa famosa) qual seria a pessoa que escolherias e porquê?

Hum difícil. Talvez Ariel Bloomer, dos Icon For Hire. Cantora, compositora, designer de roupa… Ela tem um estilo excêntrico, e adorava aprender a escrever letras de música tão belas como a banda em que ela está têm, por isso se tivesse umas dicas… quem sabe?

3.Qual a tua maior qualidade?

Empatia. Consigo compreender o ponto de vista e a dor de cada um, facilmente e puder ajuda-los a sentir-se melhor. Não é ser convencida, acreditem, é algo que sempre disseram que tinha.

4.Qual é teu género de música favorito?

Punk-rock.

5.Tens algum ídolo/pessoa que admires muito?

Tenho, J.K Rowling. Ela teve dificuldades, mas sempre apoiou-se na escrita e no seu acreditar que ela valia algo e – vejam bem onde ela está agora.

6.Como te defines numa só palavra?

Excêntrica

7.Do que é que nunca abdicarias?

Do lugar onde vivo. Acreditem, se viver longe daqui virei visitar só pelas paisagens!

8.O que te inspira?

Água.  Como por mais impossibilidades que metas no seu caminho, ela quebra todas elas só para seguir o seu rumo.

9.Se pudesses ter apenas uma lembrança da tua vida, qual seria?

Ver a minha prima mais nova, com os seus cinco anos, dizer “tu és bonita”  várias vezes, quando o stress dos exames uns anos atrás atacou-me e comecei a pensar, tocando na minha cara até eu rir com ela. O riso dela espanta males, cura dores…

10.Se tivesses o poder te transformar em um animal, qual seria?

Gato, é preciso pensar muito? Come comida da fina, dorme onde quer, recebe carinho e não cai em enganos de quem faz-lhe bem e quem faz-lhe mal – despreza todos e ama quem realmente o ama, como a vida.

11.Por último, o que te faz feliz?

Ver alguém feliz.

E vou nomear:

Todos os meus leitores. Está livre!
Tenham um bom dia, todos vocês ❤

As minhas perguntas são:

1. Se pudessem dizer algo aos teus leitores… que dizias?
2. Melhor presente/oferta que recebeste?
3. Tens o gene da organização? Ou tentas lutar por manter tudo organizado?
4. Que achas da tua caligrafia?
5. Smartphone, tablet ou computador?
6. Última viagem que fizeste?
7. Comida preferida?
8. Tocas algum instrumento musical? Queres?
9. Mudarias algo na tua vida?
10. Onde és mais feliz?
11. Qual é a pessoa que é mais importante para ti?
signature

TAG #3

Olá leitores, trago-vos agora uma TAG que me foi partilhada por Lucy Sophie Rose, do Cantinho da Rose blog. Já perdi as contas de quantas vezes fiz esta TAG, mas como as perguntas são diferentes, não me importo até e espero que não se importem!

Esta TAG consiste em:

  • Inserir o logótipo da tag;
  • Agradecer e marcar o blog que indicou a tag;
  • Responder a dez perguntas;
  • Indicar três bloggers e avisá-los;
  • Criar dez novas perguntas para os indicados

Agora as perguntas que me foram feitas são:

  1. Defina-se numa só palavra?

Esta é uma díficil, mas diria: Complicada.

2. Praia ou piscina?

Praia, mesmo que entre os meus seis anos e parte da adolescência preferisse a piscina, com medo das ondas enormes que às vezes aqui existem.

3. Qual o seu maior desejo neste momento?

Terminar o meu livro “Cartas Para Amanda” (título não definitivo) e publica-lo.

4. Uma coisa que, neste momento, não consegue viver sem?

Música, como já podem saber se seguem-me. Não consigo viver sem os meus auscultadores e leitor de música.

5. Como surgiu o nome do seu blog?

Já nem me recordo, mas sei que queria algo que ficasse no ouvido, que eu não quisesse mudar e que mostrasse o tema do blog de forma simples. Como sempre achei que a minha mente é um monte de letras e frases, pois respiro e suo escrita, duma maneira metafórica… achei que acertava bem.

6. Época do ano favorita?

Natal e Ano-novo. As luzes, o ambiente na cidade, o fogo-de-artifício, o cheiro a biscoitos em todo o lado!

7. Filme favorito?

São muitos, mas agora é o Divertidamente e Frozen, ando indecisa. Sou grande fã da Disney, devo admitir.

8. Um objectivo/desejo para 2016?

Melhorar bastante nas minhas capacidades para desenho em vectores, criar um novo logotipo para o blog e visual, e conseguir alguns trabalhos em freelancer como designer online. Nada mais digo, são apenas sonhos mas que tento esforçar-me por tal.

9. Um marco importante realizado em 2015?

Pus fim ao meu “vamos realizar sonhos dos outros” e início ao “realizar o meu sonho apenas”, ao terminar os meus estudos na universidade num curso do qual não podia interessar-me menos.

10. Uma blogger que te inspira?

Tenho de ser honesta, sou muito inspirada pelo progresso de escrita da Ana Ribeiro, do blog EscreViver. Não só foi uma das primeiras bloggers em termos de escrita que segui, se bem me recordo, mas recentemente publicou um livro “Amor Para Recordar” e acreditem… mal posso esperar por lê-lo. Está na minha lista.

Indico qualquer blogger que leia este post, convite aberto!

E as minhas perguntas são:

  1. Café ou chá?
  2. Melhor presente que alguma vez  recebeste no dia de Natal, até agora?
  3. Qual é o teu maior sonho neste momento?
  4. Achas que o teu blog precisa de melhoria, ou sentes orgulho dele?
  5. Uma comida da qual sentes saudades, agora?
  6. Primeira palavra que vem-te à cabeça?
  7. Qual é o desejo para o ano-novo que mais fazes e menos cumpres, se tens um? Vais tentar cumpri-lo em 2016?
  8. Gostas da cidade/lugar onde vives?
  9. Qual é o lugar em que te sentes mais em paz?
  10. Se pudesses dizer algo a todos os teus seguidores, que dirias?

Fiquem bem! Boa quarta-feira!

  • Elizabete Reis

TAG #2

Olá leitores. Hoje trago-vos uma TAG, que me foi partilhada por Stephanie Gomes, do blog Stephanie’s Daily Beauty. Antes de mais, agradeço-a e passemos a responder ás questões! Já respondi a uma TAG semelhante, mas as perguntas são diferentes, por isso…

tag-irmandade-dos-blogueiros-do-mundo

As Regras:

  1. Inserir o logótipo da tag
  2. Agradecer e marcar o blog que te indicou
  3. Responder as dez perguntas
  4. Indicar dez bloggers e avisa-los
  5. Criar dez novas perguntas para os indicados

As Perguntas:

Porque criaste o blog? 

Já algum tempo que crio blogs com histórias criadas por mim, mas nunca seriamente. Decidi dar uma reviravolta na minha vida, e achei que investir numa escrita melhor e focar-me num blog e não desistir dele, iria ajudar-me nisso.

Está a corresponder às tuas expectativas? 

Sem sombra de dúvidas! De início achei que não iria ter visitas ou sequer iria aguenta-lo por mais que dois meses, como todos os anteriores a este. Mas passado um ano e poucos meses, posso afirmar que a experiência está a ser reconfortante. Adoro vir aqui, actualiza-lo, publicar os meus textos. Mesmo quando a criatividade está diminuta, publico o texto da semana e forço-me por fazê-lo. Pode por vezes ser o único texto que escrevo numa semana, mas é importante para mim.

O que consideras o melhor do blog? 

O facto de poder falar abertamente da minha escrita e processo. É difícil falar com pessoas na realidade e dizer “ó, escrevi xxx palavras” ou “nem imaginas aquele capítulo como me entusiasmou ao escrever”, normalmente ignoram-me ou trocam de assunto. É complicado, porque até muitos dos meus familiares não compreendem o meu gosto pela escrita. Mas pouco a pouco começam a compreender.

Gostavas de mais interacção entre ti e os leitores do teu blog? 

Até agora, a interacção é suficiente. Posso não estar repleta de comentários, mas quando recebo um gosto sei que alguém leu e mais importante, gostou… isso para mim é ouro em cima de azul! Mas claro, qualquer blogger gosta que os seus leitores sejam interactivos.

Cor favorita 

Sou um pouco esquisita, porque a minha cor é bem definida: Sabem aquele tom que nem é azul totalmente, nem verde totalmente…? Azul-esverdeado? Bem, é essa.Mas se tiver que ser menos esquisita, diria azul.

Verão ou Inverno? 

Na verdade, prefiro o Outono. Mas gosto de ambos. Sou das pessoas que adora o calor no Verão, mas só no Verão. E frio no Inverno, mas só no Inverno.

Gostas de dança? 

Já participei em várias aulas de dança (aeróbica, dança do ventre e zumba) mas desisti de todas. Não tenho coordenação, não tenho jeito e prefiro dançar sozinha. Mas danço bastante em casa. Normalmente meto vídeos de coreografias de dança fitness/zumba, e vou imitando. Engano-me, canso-me, mas fico feliz.

Qual o desporto favorito? 

Não sou lá muito grande fã de desporto, porque para muitos desporto inclui futebol e modalidades assim. Mas gosto de exercício. Na verdade, dou longos passeios todas as semanas e faço exercícios de força em casa algumas vezes. Estou pensando começar a correr, para ganhar resistência.

Gostas mais de ir ao cinema ou ver filmes em casa? 

Depende. Sou uma introvertida, por isso se quiser estar sozinha, vejo em casa. Mas se quiser socializar, tento convencer alguém a ir ao cinema comigo. Neste momento estou à espera que o filme do Charlie Brown estreie, para revivar algumas memórias de infância com pipocas doces e os meus pais.

Primeira palavra que te vem à cabeça.

Força. É algo que tento pensar em muito, e transmitir aos outros.

As minhas perguntas:

  1. Acreditas em signos e horóscopo?
  2. Porquê o nome do teu blog?
  3. Telemóvel, computador ou televisão?
  4. Estás seguindo ou lutando pelo teu sonho de criança?
  5. Qual é a comida que não podes viver sem?
  6. Se pudesses reescrever a tua vida, usavas caneta ou lápis?
  7. Onde te vês daqui a dez anos?
  8. Número preferido? E menos preferido?
  9. Livro ou adaptação ao cinema?
  10. Existe alguma série ou séries pelas quais estás obcecado?

Deixo-as para quem quiser responder.

  • Elizabete Reis

TAG #1

Olá meus leitores, hoje partilho a minha (talvez?) primeira TAG neste blog e estou bastante entusiasmada porque depois de um dia ligeiramente desencorajador, receber umas perguntinhas para responder anima-me. Ainda mais que não toco na minha história há uns bons tempos e já tenho receio de tentar abrir o documento e perder-me no meu bloqueio. É das piores sensações!

Tenho que agradecer à Raquel C. Vicente, quem marcou-me na sua TAG e lembrou-se de mim no meio desta blogoesfera. Se não sabem o seu blog, deviam segui-la ou pelo menos dar-lhe uma pequena visita a https://raquelcvicenteoficial.wordpress.com ! Tem óptimos textos e é uma escritora que merece uma leitura. Passemos então à TAG, que é esse o propósito disto tudo.

Regras:

  • Inserir o logótipo da Tag
  • Agradecer e marcar o Blogue que nos indicou
  • Responder a dez perguntas
  • Indicar dez bloggers e avisá-los
  • Criar dez novas perguntas para os indicados

Então quais foram as perguntas que foram colocadas? Aqui vêm:

  • Livro Favorito?

Divergente, Veronica Roth. Estava numa fase complicada quando li esse livro e vi lá uma boa lição sobre descobrir a sua coragem no meio do medo. Pode ser um livro simples young-adult, mas apeguei-me a ele por esse motivo.

  • Série Favorita?

E.R – Emergency Room. Desde que vi que estava dando na Sic Mulher, todos os dias salto para o sofá e vejo os episódios todos, e estou completamente triste por ter perdido hoje. Adoro séries de medicina (Anatomia de Grey não conta) e lembra-me quando tinha talvez uns onze anos e via uma série da qual não me lembro do nome e era do mesmo tema. John Carter e Abby são o meu casal de sonho, torço por eles todos os episódios!

  • Série Mais Odiada?

Neste momento a única que me lembro é Anatomia de Grey, peço desculpa pelos fãs se existem alguns que leiam este blog. Mas tendo passado o meu ensino secundário num curso de ciências e tecnologias, haviam pelo menos umas cinco raparigas que queriam ser médicas só para puderem dormir com outros médicos em lugares privados no hospital entre tratar de pacientes. Se não era por isso, era pelo dinheiro. Quando tive a minha fase de querer ser médica quis ser psicóloga durante a maior parte do tempo, ou pediatra. Porque queria ajudar quem precisava de um ombro amigo ou um sorriso. Pediatra porque o primeiro livro que li por minha iniciativa foi uma enciclopédia de medicina infantil. Credo… levava esse livro para todo o lado, sabia todas as doenças e tratamentos de cor! Claro que psicologia não é bem medicina, mas para mim parecia… porque eu nunca quis muito dinheiro, só o suficiente para ter um tecto e comida na mesa. Mas não funcionou e fiquei-me pela escrita. Por isso a história em que ando a trabalhar envolve psicologia, porque é uma maneira de dar uso a conhecimento que adquiri ao longo dos anos em livros, internet, revistas e documentários.

  • Estilo Musical?

Gosto de vários estilos. Mas tenho uns pequenos senãos. Vejamos as coisas deste ponto de vista, mais depressa vêm-me ouvindo punk-rock como Pierce the Veil e Black Veil Brides, ou rock como Halestorm e Shinedown, do que bandas de pop mainstream. Mas também oiço um pouco de pop, um cantor ou dois de indie, acústica, power metal e symphonic rock. Peço desculpa, mas se metem a tocar música nacional eu simplesmente ponho os meus auscultadores e ignoro-vos. A única vez que gostei de uma discoteca foi quando puseram Coldplay e quando notei que haviam transformado-a numa música electrónica, cruzei os braços e olhei para o relógio querendo arranjar uma boa desculpa para sair cinco minutos depois de entrar.

  • Género Literário?

Romance com temas que desafiam as morais, ou sejam que fala mais de um tema fora do amor das duas personagens, é o meu preferido. Mas não consigo fugir de fantasia, distópia (escrevi correcto?) e mistério.

  • Dez Animais Favoritos?
  1. Gatos. 
  2. Gatos? Está bem, não posso repetir. Periquito/Canários
  3. Borboletas
  4. Golfinhos (tive uma fase quando era pequena)
  5. Coelhos
  6. Formigas. Sou estranha, sempre gostei delas
  7. Cavalos (outra fase)
  8. Esquilos. São tão fofos
  9. Peixinhos de aquários
  10. Pronto, cão. Não sou fã de cães mas não os odeio, mas achei que devia pô-los. É mais medo.

Esta foi uma pergunta díficil. Tirando gatos e pássaros, não sou grande fã de animais.

  • Dois Filmes Marcantes?

Anastasia. Quando eu tinha 8 anos e a minha avó morreu, no dia a seguir ao dia que era suposto ela fazer anos eu estava chorando bastante porque ela foi como uma mãe para mim ou mais que isso e para mim foi inesperado. Esse filme apareceu na televisão e quando a Anastasia e a avó cantaram a primeira música sobre “um dia em Dezembro”, parei de chorar. Era Dezembro. O primeiro ano da morte dela seria em poucas semanas e era o primeiro natal sem ela. Desde então, todos os Natais vejo esse filme. Sei as falas e canções de coração, consigo dizê-las perfeitamente.

Bela e o Monstro. Sim, mais um desenho animado. Mas para alguém que era criticada por adorar livros e achada estranha, esse filme tocou-me bem no fundo. Aliás, eu li o livro bem antes sequer de ter o filme e tive o filme nas minhas mãos quando já tinha doze anos ou mais. Mas foi espantoso vê-lo. Marcante, sim, bastante marcante. E por outros motivos.

  • Poeta Favorito?

“No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu tinha a grande saúde de não perceber coisa nenhuma”

Fernando Pessoa, o grande Fernando Pessoa! Nem sei vos explicar como enquanto a minha professora dizia que era díficil para alunos do 12º percebê-lo, eu percebia todas as suas palavras como minhas e apaixonei-me pela sua poesia.

  • Se tivesses de descrever a tua vida em duas frases, como a descreverias?

Sou um remoinho de pensamentos, um puzzle por descobrir. Um sonho sem brilho, mas um sonho com muitos pontos para descrever.

  • Quais foram os acontecimentos que mais marcaram a tua vida?

A morte da minha avó. Chocou-me bastante. Escondi-me, chorei em segredo e ninguém percebia porque eu simplesmente bloqueei da vida durante umas semanas, e não reagia. Era uma criança, sim, mas nunca esqueço-me desse dia. De saber, ir para a escola, sentar-me nas escadas do recreio e não dizer uma palavra ou fazer algo, chegar à casa do meu avô e não vê-la lá à minha espera na cozinha.

Outro momento é um contraste. No ano seguinte, com nove anos e no quarto ano, ganhei um concurso de desenho na minha escola com um postal de Natal que percorreu as caixas de correio de todos da zona. Era considerada uma péssima artista por muitos e o desenho até estava incompleto porque não tive tempo para acabá-lo. Mas acabei ganhar o 1º lugar pela minha criatividade já que 90% das crianças desenharam o pai natal ou o presépio, e eu desenhei amigos divertindo-se na neve e a decorar uma casa e árvore. Para mim o Natal era estar com amigos e família, nada mais. E quando vi-me no interior de uma quinta de cinco estrelas a receber o prémio, senti-me no topo do mundo. Foi um dia lindo. Porque mostrou-me que mesmo que digam que somos o pior, por vezes isso não quer dizer nada. Podemos ser os melhores para alguém, e é isso que importa!

As minhas perguntas são:

  1. Qual é a pessoa mais importante para ti?
  2. Diz uma citação que signifique muito para ti?
  3. Quando eras criança, qual era o teu sonho? É o mesmo que agora? Se não, que mudou?
  4. Escritor preferido?
  5. Qual preferes: livros, séries ou filmes?
  6. Um mau hábito que tenhas?
  7. A música é importante para ti?
  8. Acreditas no destino?
  9. Noite ou dia?
  10. Se pudesses mudar o teu nome, qual escolherias?

Sou horrível a fazer perguntas. Se a minha vida dependesse de fazer entrevistas, seria despedida. Devia fazer desenhos para postais de Natal. Mas fingir ainda ter nove anos, porque as minhas capacidades artísticas não melhoraram muito. Já tiveram melhores, com prática as coisas funcionam.

Não foi marcar blogs, mas deixo livre para quem quiser prosseguir com a TAG!

  • Elizabete Reis