Apaguei os excertos da minha história?

Olá leitores, como podem ver algumas informações da minha primeira história “desapareceram” do blog. Pois bem, é porque estou alterando algumas coisas importantes – como nomes de personagens, lugares e outras coisas – e não posso ter publicado algo que não está ao corrente do que devia. Vai dar-me trabalho? Vai, são mais de 100 mil palavras! Talvez mude algumas coisas na história, talvez não… Veremos, veremos.

Tenham um bom início de fim-de-semana!

signature

Anúncios

Diário de Escrita #22

Hoje tive uma maravilhosa ideia enquanto andava pela cidade de auscultadores nos meus ouvidos. E se pegasse na ponta solta do meu livro “Anjo Atrás das Barras” e fizesse um livro, com base numa personagem e expandisse a ideia, explicando mais sobre esse tema que abordo?

Não vou dizer o que é, pois faz parte do elemento surpresa da história “Anjo Atrás das Barras”. Mas é um tema que foi difícil escrever, de modo a explica-lo aos leitores e transmitir a ideia que eu quis transmitir – pois não vejo muitos livros em Portugal abordarem este tema, ou talvez sou eu que não pesquiso o suficiente.

Mas talvez trabalhe essa ideia. Tenho nome, ideia principal e sei que a personagem principal será uma secundária do meu primeiro livro, dando-lhe mais vida. Quando? Bem, estou trabalhando numa que agora está sem título e descrição, mas em processo de escrita – 10 mil palavras ou mais, acho. 10.284 palavras, aliás! Tenciono escrevê-la até Outubro e em Outubro preparar esta nova ideia para o NaNoWriMo. Se não sabem, o NaNoWriMo é o National Novel Writing Month, que traduzido é “O mês nacional de escrita de um romance” e é mesmo isso… um mês e escrever um livro nesse mês. Faltam 5 meses para a preparação e começo, esse tempo vou tentar concentrar-me. Todas as minhas histórias vêem de pressentimentos, nunca forço-me a arranjar ideias, deixo elas virem até mim e deixo as personagens falarem comigo. É estranho, mas vem-me naturalmente. A coisa que mais me perguntam é, quando vêem-me escrevendo, “como tens ideias”?! Isto porque se começo, os meus dedos só para no ponto final quando clico dramaticamente no enter. E eu respondo “sei lá, acontece naturalmente”

Serei a única que tem estas manias? Espero que não.

Tenciono também criar uma conta Goodreads. Quando tiver tempo. Pois a minha conta é grandinha, mas é com o meu nome verdadeiro, e quero uma no meu pseudónimo. No verão. No verão vou escrever mais, vou vou.

Ah! Já me esquecia! Segunda-feira, dia 1 de Junho, lanço a minha nova rubrica. Nome? É surpresa. Tema? Crianças. Espero que gostem e fiquem atentos – irei publicar frequentemente a partir de agora. Segundas, Quartas e Sextas – novos posts. Restantes dias? Quando for tendo novidades, vou publicando. Toca a dar vida a este blog!!

– Elizabete Reis, precisando dum dia em que tudo o que bebo é café e passo o tempo todo a escrever ou ler um dos livros da minha lista.

Diário de Escrita #20

Admito – tenho andado atrasada. Ainda não publiquei novo capítulo, ainda não escrevi, ainda nada. Mas digamos que apanhei uma constipação horrível na quinta-feira, o que fez-me recuar uns dias em trabalhos e deixar tudo para agora. Para ontem, melhor dizendo. Mas o ontem transformou-se em hoje, por causa de imprevistos. E hoje de manhã estendeu-se para hoje à tarde e agora trabalho contra relógio. Universidade dá nisto. Mas admito – ando atrás. Bastante atrás. Alguém acorda-me para a vida e faz-me ver que um livro em inglês não me irá dar mais reconhecimento? Não me irá ajudar a publicitar uma história que agora, neste momento, por mais carinho que tenha a ela, não lhe vejo futuro! Adoro-a, é o meu primeiro livro que passou por duas mudanças, duas revisões e uma última à medida que traduzi os primeiros quatro capítulo de quarenta e tal. Há coisas que por mais que acreditemos nelas, nunca irão acontecer. Sinto-me assim. Peço desculpa.

Mas não peço. Nem digo que irei desistir. Nem que escreva para o boneco, nem que escreva para mim. Nem que só os fantasmas desta vida leiam, continuarei a escrever. Só estou numa pausa.

E por isso, prometo. Esta semana publico um capítulo. Se alguém ler, digam. Gostava muito de uma opinião sincera. São com opiniões sinceras que o mundo evolui, e eu não sou diferente.

“Já não chovia, porém o céu continuava forrado de nuvens cinzentas. E era assim que ela gostava, vendo que o dia partilhava a sua opinião negra sobre a vida.” – uma frase que saltou na minha vista enquanto relia o capítulo.

– Elizabete Reis ❤ , que não irá publicar agora para não se perder em editar as coisas um pouco mais. Há sempre algo que pode ser mudado, acreditem.

Wattpad – Capítulo Três!

“Aquelas feições faziam-na lembrar-se de alguém. O olhar rebelde e escuro que ele usava, a expressão séria com um pequeno sorriso rasgado, o cabelo castanho-escuro volumoso… Tudo isso era característico de uma única pessoa.

– Jake?

Uma pessoa que estava morta.”

O terceiro capítulo está publicado. Cliquem aqui para lê-lo.

– Elizabete Reis ❤ precisando de mais um sábado

Wattpad – Capítulo Dois!

“- Haven? – pedia Emma, do outro lado da linha, desespero na sua voz – Por favor diz-me que não vais saltar da janela! Por favor!

A rapariga sorriu matreiramente, apertando os laços das sapatilhas pretas enquanto segurava com o ombro direito o telemóvel, em princípios de cair. Logo que puxou as mangas da camisa de flanela vermelha e preta até aos cotovelos, dando-lhe um ar jovem e rebelde, respondeu à amiga e às suas súplicas, com uma ponta de brincadeira de atiçar a preocupação de Emma.

– Desculpa, não te ouvi, estou sentada na beira da janela.”

Para lerem o capítulo, cliquem aqui. Espero que gostem!

– Elizabete Reis

Wattpad – Primeiro Capítulo INTEIRO!

Como publicar em e-book seria trabalho a mais e como este é o meu primeiro livro e o primeiro livro é a primeira experiência em livros e não fan-fiction simples como eu fiz até aos dezassete anos, ou seja, pode ser melhorado e como tinha referido, fiz uma nova conta de Wattpad, onde irei agora publicar ou de semana a semana ou de duas em duas semanas os capítulo de “Anjo Atrás das Barras”. É simples: eu aviso no blog o link para a história, para quem quiser ler, ou podem criar uma conta no Wattpad e seguir a minha história, para não perderem pitada.

Talvez desista disto como antes, mas agora com a história em processo de tradução (estou em hiatus por causa de aulas e trabalhos, não tenho muito tempo) provavelmente irei ir editando os capítulos um pouco à medida que vou avançando com a tradução.

Espero que gostem. O primeiro capítulo está publicado.

Cliquem aqui para ler o capítulo.

– Elizabete Reis, não percebendo porque escrevi um post tão confuso

Novidades

1. Já escrevi 32 mil palavras no meu segundo livro, sem nome ainda.

2. Vou publicar “Anjo Atrás de Barras” antes do verão no Wattpad, numa nova conta, desde o ínicio.

3. Com sorte, termino a versão em inglês e publico, igualmente, no Wattpad.

Porquê no wattpad? Acho que não tenho capacidade ainda para publicar oficialmente, quero melhorar a minha escrita e que melhor maneira do que publicando online onde toda a gente por ler e comentar? Já o fiz antes, e gostei da experiência. Agora a história está ligeiramente melhorada em certos aspectos.

Mais novidades brevemente. Vou deixar a nova história de parte e focar-me na tradução, o mais díficil. Por isso, pequenos contos, poemas e extra serão poucos por enquanto.

– Elizabete Reis, pondo conhecimentos de inglês ao seu uso

Diário de Escrita #18

Frequências estão feitas, semestre chegou ao fim. Já comecei na tradução do “Anjo Atrás das Barras” e talvez comece a escrever o meu novo livro, outra tentativa a fantasia, espero não desistir como dos outros dois (leia-se “Find Me” e “Forabell”) mas talvez hei-de incorporar algo de ambos, como um é um upgrade do outro. E “Find Me” é uma nova versão de duas histórias que eu escrevi com 16 anos, quatro anos atrás, uma delas sendo uma obra de fanfiction.

Estou pensando publicar mais um capítulo ou excerto deste do “Anjo Atrás das Barras”. Se estiverem com curiosidade em vê-lo, dêem um like ou deixem um comentário e irei pensar no assunto definitivamente positivo!

Entretanto, desejem-me sorte enquanto torno-me bilingue e traduzo o meu próprio livro.

– Elizabete Reis ❤

Música Para Os Meus Ouvidos #4

Posso só dizer como ouvi esta música e lembrei-me logo das minhas personagens?

“See the problem isn’t you, it’s me, I know
I can tell, I’ve seen it time after time
And I’ll push you away”

///

(Vê o problema não és tu, sou eu, eu sei

Eu consigo notar, já o vi dia após dia

E irei puxar-te para longe)

Em muitos aspectos, a Haven é assim e eu tento demonstrar isso, mas mesmo assim não fico completamente satisfeita. Acho que vou ouvir esta música enquanto editar certas partes. Esta é uma das minhas bandas preferidas, e perfeita para a minha história. Tenho uma lista de soundtrack. Que acham que a incluir?

– Elizabete Reis ❤

Resultado do envio da obra

Viram potencial na minha obra mas… por motivos financeiros não a posso aceitar. Caso não possa mesmo, decidi que vou tentar publicar online em e-book. Por enquanto vou deixar a história descansar e talvez mude algumas coisas, e trato disso. Também vou traduzi-la para inglês, o que vai dar-me um tanto trabalho mas deixo para quando tiver mais tempo.

É tudo por agora. Vou tentar escrever mais contos e publica-los cá, como fazia antes de comer o meu livro e este blog, sobre histórias que fui tendo. Poemas, não tanto já que não é o meu forte.

Espero que estejam bem e deixo-vos com estas palavras.

– Elizabete Reis, alegre, no entanto