Bullet Journal – O diário da organização PARTE UM (O que é/Como começar)

post1

O que é?
Todos sabemos o que são agendas, isso é certo e sabido. Também é certo e sabido que agendas existem em vários formatos, agendas de estudante e agendas anuais; agendas com vários modelos, agendas com semana de duas páginas e dia por página. Podia passar horas descrevendo cada modelo de agenda, mas não irei por falta de tempo. Depois temos os diários ou “journals” (jornais) que são o contrário. Ao passo que temos as agendas para marcarmos os nossos acontecimentos importantes do futuro (palavra-chave, futuro), os diários/journals guiam-nos para o presente. Mas tudo isto para explicar o que é um Bullet Journal. Sem divagar mais, chego-vos ao cerne da questão: um Bullet Journal reúne o bom de cada um destes dois métodos diferentes – o facto de pudermos organizar o nosso futuro e presente, e além disso torna-lo num diário de várias coisas. Podemos manter um registo dos nossos pensamentos, arte, trabalhos, estudos, hábitos e muito mais. Mas mais nisso, mais à frente. Por agora, que tal falarmos um pouco mais para quem é bom um Bullet Journal?

Se és alguém que sempre dá de caras com listas de tarefas…
Que adora material de escritório (sei que sou)…
Que adora agendas ou diários…
Que perde o hábito de manter um diário…
Que gostam de manter hábitos ou atingir objectivos…

Então Bullet Journal, é para ti!

O que precisas?
Este método é dos mais fáceis que até agora encontrei. Um caderno que qualquer género serve. Não precisam de um caderno Moleskin, porém se assim quiserem-no podem usa-lo, nada vos impede – só com isto quero dizer que qualquer caderno serve.
Depois, o essencial exige uma caneta ou esferografica. Eu gosto de usar as da Staedtler Triplus Fineliner, pois além de serem rápidas de secar no papel, têm várias cores por onde escolher e são fáceis de manusear. Podem ser simples e usar apenas uma cor, duas cores ou várias cores. Isso depende do vosso gosto e do vosso objetivo.
Se são do tipo de pessoas que usa qualquer desculpa para comprar material de escritório da “moda”, ou gostam de decorar tudo o que aparece nas vossas mãos, este é algum material opcional que podem usar. Mostrarei mais adiante, maneiras de dar uso a estes materiais:
– Washi Tape
– Post-its
– Autocolantes

Notas
O Bullet Journal é um método bastante personalizável, costumizável e único para cada pessoa.
Podem manter a vossa agenda, juntamente com um Bullet Journal. Isto é algo que continuei a fazer. Enquanto na agenda mantenho tudo o que terei a fazer no futuro, o meu presente está lá descrito e organizado, de modo a não perder nada de nada. E posso sempre conciliar ambos.
Existem algumas coisas necessárias para manter um Bullet Journal bem organizado, e não se perdem a meio caminho.

Organização de um Bullet Journal?
Em primeiro lugar, a base de um Bullet Journal, são as tarefas (bullets) que o consistem e iram manter o vosso dia ou semana em ordem. Um conjunto de símbolos irá facilitar o trabalho, e tê-lo como primeira página, facilitará ainda mais. A isto chama-se uma “Key” ou Chave. Aqui deixo-vos dois exemplos de uma Chave/Key,  que podem adaptar às vossas necessidades. Isto é apenas o básico-normal, mas se precisarem de mais símbolos, podem inventar ao vosso gosto para ser-vos mais fácil de lembrar, ou reduzir o número se virem que só precisam mesmo do básico. Aliás, com uma simples pesquisa no google ou weheartit, podem encontrar outros tipos de Key.

keybulletjournal

gosto mais do #2, mas o #1 também é muito visual

Depois da Key, vem o Index. O Index serve como Índice para manter-vos a par de tudo o que está acontecendo no vosso Bullet Journal. Este contém todos os conteúdos, o que explicarei mais adiante. Esta é uma vantagem que chamou-me a atenção neste método – a versatilidade.

Em terceiro lugar, temos o mais desejado – a organização, género agenda. Eu, pessoalmente, recomendo que tenham uma Página Mensal, onde escrevem os dias do mês em ordem vertical, e onde apontam as datas mais importantes ao mês presente. Na página seguinte, e isto é apenas uma sugestão, escrevo os meus objetivos para esse mês. Podem também, em vez, deixar a página para as memórias importantes desse mês. Mas sobre sugestões, falo noutro post.
Depois vem o que eu mais busquei neste método – a organização diária. Eu mantenho uma organização de dois a três dias por página, pois não tenho muitas tarefas. Mas podem adaptar ao vosso estilo de vida. Volto a dizer, num segundo post, irei referir as diferentes maneiras de criar e dar vida ao vosso Bullet Journal!

É tudo por agora, espero que tenham gostado desta introdução longa. Se estão curiosos, para a semana irei falar de outras versatilidades do Bullet Journal. Tenham um bom dia, e mantenham-se a par de tudo o que acontece no blog, usando também as redes sociais – Facebook, Twitter e Tumblr! 

signature2

Anúncios

Deixa uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s