Uma homenagem à minha Avó

Quando perdemos alguém, é sempre doloroso. Muito mais quando perdemos alguém que nos era especial. Mesmo passados treze anos, sei que nunca vou esquecer o seu sorriso. Ou como ela disse-me, muitas vezes quando eu pegava em livros e lia-os com curiosidade e estimo:

“Segue os teus sonhos, eles são grandes”

Eu tinha apenas oito anos quando ela deu a sua última respiração. Não sou criança mais, passei pela adolescência e sou considerada adulta legal agora, com vinte e um anos. Mas posso até chegar à terceira idade, e sempre lembrar-me-irei da sua presença como uma alegria, não uma tristeza.

Porque é o melhor que posso fazer.

Peço desde já, desculpa pelo random!

  • Elizabete Reis
Anúncios

Deixa uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s