Dia de Todos os Santos (1 de Novembro)

Quando estava na escola primária, o dia um de Novembro era um dia especial para as crianças. O dia em que a amizade era medida por quantas nozes partilhavas, o dia em que quem tivesse o saco mais bonito tinha mais atenção. Do que me lembro mais é o meu saco amarelo claro com um maçã verde, as minhas preferidas desde criança – porém não por medo do vermelho devido à maçã envenada – pelo seu sabor ligeiramente ácido. Com uma ou duas maçãs ou laranjas, acompanhava essa fruta com nozes, castanhas e outros frutos secos, deliciada por prova-los quando chegasse ao intervalo da manhã. Olha para o meu saco minuto atrás de minuto, e para a minha melhor amiga na altura, dizendo em voz baixa ou pensamento, quando fruta comeríamos primeiro.

Depois a altura chegava. E mesmo que eu não fosse fã de nozes, até elas sabiam bem.

Acho que todos nós guardamos uma pequena memória de cada dia especial no nosso coração, seja boa ou má, positiva ou negativa, óptima ou péssima. Depende das nossas experiências ao longo da nossa vida, e esta é sinceramente uma boa.

Tenham um óptimo Dia de Todos os Santos.

Comam nozes, faz bem ao cérebro… pelo menos, é o que dizem. Eu fico-me pelas castanhas assadas e amendoins!

  • Elizabete Reis
Anúncios

Deixa uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s