Demónios em Mim (poema)

Os demónios em mim tomam conta do meu ser

Espreitam em cada canto

Observam-me em cada ponto

Sabem cada meu conto

De vida que escondo.

Os demónios são mais fortes que eu serei

Pois eles são tudo menos um

São muitos mais que eu

E reconhecem em mim dor

Que jamais alguém ou eu vi.

Os demónios podem estar, mas vitoriarei

Um dia nesta curta vida

Serei luz na noite vencida

E vencerei o que vencido está

Pois vencida esta luta será

E o vencedor será esta pessoa em vosso contemplar.

  • Elizabete Reis

P.S: Este poema tem a ver com a mensagem que quero transmitir com a minha história. Estava inspirada, quis escrever para a rubrica e saiu um poema em vez. Não pude esperar por Segunda para lerem, espero que gostem.

Anúncios

Deixa uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s