Um post sem pés, nem tronco, nem cabeça!

“Se queres ser um escritor, deves fazer duas coisas acima de tudo: ler muito e escrever muito” 

– Stephen King.

Eu não sou publicada. Eu escrevo por paixão e nunca tive aulas de escrita criativa ou workshops. Nunca pedi ajuda a ninguém. Faço erros de ortografia horríveis e pontuação troco tudo, por vezes. As minhas histórias têm muitas cenas cliché e personagens Mary Sue pelos cantos. Começo histórias que nunca acabo, e comecei com fanfiction de “Personagem1: [fala] (mexe e toca no ombro do outro) [fala]” sem descrições ou diálogos de jeito. Ainda hoje leio a minha primeira história e rio-me à gargalhada porque é hilariante a falta de história interessante nela. Por isso, pergunto a mim mesma: que leva as pessoas que me conhecem a dizer “ensina-me!”? Por conseguir arranjar sinónimos em trabalhos de grupo, ou por pegar nas ideias de alguém e formar frases concisas? Meus caros, isso é prática. Dias e dias a escrever. Dias e noites. Muitos livros lidos, muita pesquisa e muito trabalho autónomo.

Contínuo a achar que sou a pessoa errada para pedirem indicações… estou mais perto de amadora que profissional, e não me vejo a conseguir explicar alguém como EU escrevo. Se vos disser que só sento-me atrás do computador ou abro o caderno e deixo as personagens falarem por mim, acreditam? Porque eu imagino a cena e apenas escrevo o que me vier à cabeça, tão simples quanto isso. Não penso, raramente forço (só se tiver um bloqueio) e deixo fluir. Talvez é por isso que demoro tanto. Mas Saramago uma vez disse “se escreverem uma página por dia, ao fim de um ano têm um livro”. Pouco a pouco vai acontecendo. Por isso fico pasmada quando me perguntam isso, eu simplesmente… escrevo. Não tem fórmula mágica, peço desculpa. Não tem bebida miraculosa (se bem que o café é um bom estimulante) ou comprimido mágico (nem eu queria, porque deve provavelmente conter compostos perigosos para o sistema). Não sei, simplesmente não sei, fico parva e sem resposta.

Se soubesse, dizia. Mas não sei. Não daria uma boa professora, não importa qual fosse a disciplina. O mesmo aplica-se a inglês. “Como estás tão confortável com o inglês? Como sabes que esse verbo se conjuga desta maneira? Etc etc”. Eu simplesmente leio para mim e vejo o que é que faz sentido. Se faz, escrevo. Não sei gramática nenhuma, não sei verbos e sou um zero à esquerda em tudo isso. Mas acabei com média de 17 ou 18, porque em composição escrita e interpretação não fazia erros quase nenhuns. Eu simplesmente não sei, é o que soar bem. Literalmente tinha um inglês melhor que certos alunos de academia de línguas, só vendo filmes em inglês com legendas, na idade dos 8 e 9 anos, aprendi sozinha. Lendo livros, vendo filmes, ouvindo música. Sai-me natural. E não estou a gabar-me! Em nenhuma forma! Até porque sempre quis tirar um curso de Inglês e ter aulas na academia, mas era muito cara na altura e quase o dobro agora. Mesmo os exames são caros. Não sei que resultado teria, mas gostava de saber. Talvez um dia?

Talvez sou estranha, mas essas coisas saem-me naturalmente. Este post tem objectivo sequer? Apenas desabafar estas coisas estranhas. Que vou fazer agora? Tentar chegar às 9 mil palavras, porque detesto o número 8. A sério, estou parva. Eu, a sabichona, não sabe responder a uma pergunta como “como consegues escrever?”. E se não sabem, eu sou uma sabichona. Com dez anos as minhas conversas com amigos eram de “sabias que…?”. A minha melhor amiga uma vez disse-me “*suspiro* Tu não comeces!” no meio duma perfumaria, porque eu vi um perfume e comecei a descrever um documentário que vi dias antes sobre a criadora do perfume e a contar a sua vida toda no meio da loja. Irritante, eu sei! Mas sou eu!

– Elizabete Reis ❤

Anúncios

Deixa uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s